PATAGÔNIA ARGENTINA – USHUAIA

 

mapa da Patagônia

mapa da Patagônia

 A Patagonia é uma região natural que se localiza no sul da América do Sul, abrangendo quase um terço dos territórios da Argentina e do Chile. São quase 800.000 quilômetros quadrados de território virgem, pouco explorado e de escassos habitantes. Uma região riquíssima em recursos naturais de imcomparável beleza, fazendo deste lugar um dos mais belos do planeta.

Começa perto do paralelo 37 e estende-se até a ilha da Terra do Fogo, cuja capital é

Ushuaia – conhecido como o fim do mundo, com suas paisagens contrastantes: para oeste está o mar do pacífico, de norte a sul corta a Cordilheira dos Andes, no centro da região, a Patagônia extra-andina, desértica, formando pedregosas mesetas e grandes extensões de campo, para o leste encontra-se a Costa Atlântica . E para o sul, chega-se até a Ilha Grande da Terra do Fogo.

A Patagônia é um vasto território cheio de mistério, que tem um forte magnetismo, e um incrível poder de sedução, capaz de apaixonar todo aquele que se aproximar destas terras deixando-se abraçar pela imensidão de seus horizontes, até se entregar rendido frente a tão contundente demonstração da insignificância do ser humano diante de tamanha grandeza da natureza.

Enigmática como poucas regiões no mundo, a Patagônia propõe seu primeiro desafio ao tentar decifrar a origem de seu nome. Sobre ele, existem diferentes versões que indicam a Fernão de Magalhães como autor.

Uma delas associa o nome à observação, por parte do navegante, de grandes pegadas realizadas pelos Tehuelches, um povo nativo da região, que se caracterizavam por serem altos e terem uma forte contextura. Outra, diz que Magalhães utilizou o termo “Patagón”, fazendo alusão a um monstro literário, personagem de uma famosa novela medieval.

Uma conjunção perfeita de lagos, rios, montanhas, vales e estepe infinito, uma eterna sucessão de imponentes paisagens, o contato com a natureza na sua máxima expressão e a possibilidade de praticar uma enorme quantidade de atividades que satisfazem as expectativas tanto das almas mais intrépidas como das mais contemplativas, fazem da Patagônia um destino inesgotável, um lugar único onde a natureza desvenda seus segredos e manifesta sua grandeza em todo o seu esplendor.

 

 

USHUAIA:

       9

A cidade mais austral do mundo – também conhecida como o Fim do Mundo – tem pouco mais de cem anos e já possui uma história riquíssima com um entorno paisagístico espetacular contornado por bosques, montanhas, rios e lagos. Está localizada na Ilha da Terra do Fogo.

1

É o ponto de partida para percorrer e descobrir lugares únicos na Argentina: navegar no Canal de Beagle, alcançar o Farol do Fim do Mundo, percorrer o Parque Nacional mais austral do mundo, e partir desde sua baia até a imensa e misteriosa Antártica. Tudo isso alimenta ainda hoje a imaginação dos aventureiros de todo o planeta.Em Ushuaia as opções são variadas em qualquer época do ano, podendo-se percorrer suas belas paisagens em carro, caminhando, cavalo, trem e navegando, desfrutando e praticando várias atividades como trekking, pesca com mosca, canoísmo, ciclismo, estâncias e observação de flora e fauna.

 

8

Possui hotelaria de nível internacional com estabelecimentos de até 5 estrelas e uma excelente gastronomia na qual se pode saborear delícias como centolla, merluza negra e cordeiro patagônico.

INFORMAÇÕES IMPORTANTES:

Quando ir:

A escolha da época do ano depende do que você quer visitar ou vivenciar. Por exemplo, o verão é melhor para caminhadas, ver os lagos cristalinos, observar geleiras, parques e fauna e possui dias muito longos. Já o inverno é indicado para quem quer curtir o branco e o fascínio da neve, com uma boa gastronomia e os famosos vinhos na beira da lareira. E tudo é possível quanto ao clima na Patagônia, pode nevar em janeiro e fazer lindos dias de sol no inverno. Aqui,a surpresa faz parte da viagem!

O que levar:

O clima é sempre uma surpresa. Portanto, esteja preparado. Mesmo no verão, leve roupas contra o frio e o vento, inclusive gorro e luvas. O ideal é carregar sempre uma pequena mochila com esses acessórios, mesmo que o dia pareça lindo. Alguns itens que não podem faltar são: protetor solar e labial, óculos escuros, água, um abrigo para o frio e uma boa máquina fotográfica. Como em alguns passeios você vai andar por trilhas, traga também um bom tênis ou bota de trekking já amaciado.

Documentos Necessários:

Brasileiros não precisam de visto para entrar na Argentina e no Chile. Basta apresentar passaporte com validade mínima de 6 meses ou carteira de identidade com menos de 10 anos. Se você for de carro ou moto, terá de portar todos os documentos exigidos nestes países. Consulte os sites dos consulados e providencie com antecedência:
www.congechile.com.br
www.brasil.embajada-argentina.gov.ar

4

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

BOA VIAGEM!

Próximo destino El Calafate, não perca essa aventura!

Anúncios

Sem lenço até vai, mas sem documento NÃO!

Passaporte brasileiro:
Onde tirar?
Em qualquer posto da Polícia Federal (PF) de qualquer cidade do Brasil, desde que você possa ir lá pessoalmente. Veja no site do órgão (item 4) os endereços e se o local possui agendamento online ou você pode ir diretamente ao local.
Qual o prazo de espera para o agendamento?
O prazo varia de acordo com a cidade. Em São Paulo, a média de espera é de um mês. No dia 20/12/2007 só havia agendamento para o dia 24/01/2008 no prédio da Superintendência da PF, na Lapa. Em Recife, a espera é ainda maior, cerca de 45 dias. No dia 20/12/2007 só era possível agendar para 04/02/2008.
Como funciona o agendamento?
Depois de preencher o formulário no site da PF, será exibida a opção “agendamento-novo passaporte” com os dias e horários disponíveis. Quem não puder comparecer no horário e dia agendado deve cancelar o pedido.
Quais os documentos exigidos?
Documento de identidade (como Carteira de identidade (RG), habilitacão ou militar); certidão de casamento (quem casou e mudou de nome); RG ou certidão de nascimento (para menores de 18 anos). Título de eleitor e comprovantes de votação nos dois turnos (se houve) da última eleição (na falta deles, declaração da Justiça Eleitoral de que está quite com as obrigações eleitorais). Certificado de reservista ou declaração da Junta Militar de que está quite com o Serviço Militar para os homens entre 18 e 45 anos. Certificado de Naturalização para os naturalizados. Comprovante de preenchimento do formulário online; comprovante do pagamento da guia (GRU); passaporte anterior (quando houver). Duas fotografias 5×7 datadas (somente nas cidades que ainda emitem o passaporte comum). Veja aqui a situaçao da sua cidade: http://www.dpf.gov.br/passaporte
Quanto vou pagar?
Nas cidades que já emitem o novo passaporte brasileiro, o valor da emissão é de R$ 156. Nas demais, custa R$ 89.
Qual a diferença do novo passaporte para o passaporte comum?
Além do preço, o novo passaporte tem 16 mecanismos de segurança, entre eles código de barras bidimensional, fundo com impressão invisível e microletras e um modo de costura que impede o seu desmonte. As alterações seguem as normas internacionais da ICAO (Organização de Aviação Civil Internacional, na sigla em inglês). A idéia é implementar um documento de viagem mais seguro que minimize as falsificações e dê ao cidadão brasileiro mais credibilidade no exterior.
Qual é a validade?
O novo ou antigo têm validade de cinco anos.
Para quem tem o passaporte antigo ainda válido a renovação é obrigatória?
Quem está com o passaporte em dia não precisa se preocupar, ele vale até o prazo de expiração. O mesmo se aplica aos vistos, estejam eles em passaportes antigos ou em passaportes com validade expirada: seguem valendo até a data determinada no carimbo.
Qual é o prazo de entrega?
Em até seis dias úteis, segundo o site da PF.
Por que alguns dados não estão visíveis no novo passaporte?
Porque o novo documento, que segue os padrões da Organização de Aviação Civil Internacional (ICAO), possui um código de barras que carrega algumas informações, como a filiação. Leitores eletrônicos fazem a decodificação, mas eles ainda estão disponíveis nos aeroportos brasileiros.
Quando serão instalados os leitores eletrônicos nos postos da PF?
O Departamento da Polícia Federal não informou quando os leitores estarão disponíveis nos postos de controle da PF. O órgão recomenda que os passageiros carreguem seus documentos pessoais a fim de evitar que os agentes da PF tenham que consultar Sistema Nacional de Passaportes, banco de dados da Polícia Federal. Com o procedimento, o atendimento poderá ser feito de maneira mais rápida.
Como proceder ao perder o passaporte?
É preciso ir até uma unidade do Departamento da Polícia Federal munido de documento de identidade e preencher o formulário “Comunicação de Ocorrência com Documento de Viagem”.

Ponto de partida AMÉRICA DO SUL – ARGENTINA

 

Mapa da Argentina

Mapa da Argentina

 

 

 Para dar início à nossa volta ao mundo, nada melhor que começar com, rivalidade à parte, o país vizinho, ARGENTINA, que tem uma capital caliente, a vasta Patagônia e o tango, os vinhos, as carnes…

Por que ir à Argentina? Porque está aí do lado. E, que os mineiros e os uruguaios nos perdoem, porque ela tem o melhor doce de leite do mundo (mas não o melhor futebol). Mas, há muito, muito mais do que dulce de leche, sorvetes, churrasco e vinho nos nossos hermanos. Caminhar pelas ruas de Buenos Aires no outono, quando o chão se cobre de folhas que crepitam sob nossos passos, é um prazer. Passar horas nas livrarias ou em um dos tantos cafés (acompanhada de um submarino com churros no inverno ou de um tostado no verão) é outro. E ainda se pode ir ao Teatro Colón ou a um bom espetáculo de tango. Virar a noite combinando um ótimo restaurante e uma boa balada. Isso só para ser bem portenho e começar pela capital, que se acha…
Mas é claro que também vale a pena visitar a Argentina, que, como os portenhos diriam, é tudo o que fica em volta de Buenos Aires. E se surpreender com os lagos gélidos, os bosques coloridos e a neve de Bariloche. Ou com a vida sem meios-termos da Patagônia, onde tudo é miniatura ou vastidão, frio ou aconchego. Extremos. Aquele campo interminável na sua frente e, bem do lado, uma minúscula flor, delicadíssima, quase imperceptível. O gelo azul que ruge nos glaciares, o frio que paralisa as orelhas e perfura os ossos, deixando tudo mais alerta. Para depois entrar no calor de um salão de fazenda e comer o melhor cabrito assado da sua vida.  

 

Comecemos pela capital caliente: BUENOS AIRES

 

  Buenos Aires - capital

 

Os bons ares estão de volta. Depois do colapso econômico, a capital da Argentina se revigora – e o turismo é o foco.

Buenos Aires já esteve melhor e pior para nosotros. Nos anos de plena crise argentina, a cidade exibiu a decadência de alguns prédios, os incontáveis pedintes nas esquinas e a falta de placas de ruas e de monumentos. Encontravam-se viagens de uma semana para a capital da Argentina por preço de fim de semana, estadas em hotéis de luxo por diárias de três-estrelas, lautas refeições a preço de alfajores, e por aí afora. A grande liquidação atraiu viajantes do mundo todo, principalmente da Europa. A capital recebeu 3,5 milhões em 2003 número que caiu para 3 milhões dois anos depois.

Claro, também foi um destinão para os brasileiros. Mas os argentinos, com seus panelaços e suas incontáveis trocas de presidente e de planos econômicos, deram a volta por cima. Buenos Aires praticamente retomou o brilho de outrora. Redescobriu que os turistas, afinal, geram receita, e resolveu se cuidar: os parques estão preservados, as atrações passam por reformas, há restaurantes e lojas surgindo, a rede hoteleira vê a proliferação de cinco-estrelas, e a polícia é figurinha fácil pelas ruas. Puerto Madero é o novo cartão-postal da cidade.

 

Vista noturna de Puerto Madero às margens do Rio da Prata

Vista noturna de Puerto Madero às margens do Rio da Prata

 

  •  DDD:11
  • Informações turísticas:www.bue.gov.ar
  • Embaixada do Brasil em Buenos Aires:Calle Cerrito, 1350, (5411) 4515-2400, brasil.org.ar
  • Hora local:– 1h
  • Melhor época:a cidade tem agito o ano todo, como convém a uma metrópole, mas a primavera (setembro a dezembro) e o outono (março a maio) são as melhores estações
  • Chamadas a cobrar:0800 555 5500 (Embratel) ou 0800 999 5500 (Telefônica)
  • Transporte:Buenos Aires é plana — caminhe!

DICA DO VIAJANTE: Reserve um dia inteiro para percorrer a Recoleta. O bairro tem boa comida, lojas de artesanato e shows de tango ao ar livre. Outra boa dica é passear pela feira de antigüidades no bairro San Telmo. E, como todo turista, não deixe de conhecer a Plaza de Mayo, onde fica a famosa Casa Rosada. Uma excelente sugestão cultural é visitar a Livraria El Ateneo, um lugar simplesmente maravilhoso. Para quem é fã de um bom café, o melhor lugar é o Tortoni. Não volte sem provar o submarino, uma deliciosa mistura de leite quente com chocolate derretido.  

UM DIA PERFEITO EM BUENOS AIRES  

 

A Plaza de Mayo com a casa Rosada ao fundo: passeio histórico

A Plaza de Mayo com a casa Rosada ao fundo: passeio histórico

Tradição ou vanguarda? Um pouco das duas qualidades na capital da Argentina

 9h > Quem não conhece Buenos Aires deve incluir um pouco de sua história na visita. Basta uma caminhada pelos edifícios antigos da avenida de Mayo (o táxi do porto até lá não deve custar mais de 7 pesos), com uma pausa para umcortado no histórico Café Tortoni (no 825) e uma estirada até a Plaza de Mayo e a Casa Rosada (calle Balcarce, 50), sede do governo.

11h > Pegue um táxi até as Galerias Pacífico (avenida San Martín, 705, esquina com calle Florida) – é o mais tradicional shopping da cidade, instalado num belíssimo prédio. Fica a poucos passos da Plaza San Martín, que foi por muitos anos a morada do escritor Jorge Luis Borges e é a mais bela desta cidade de praças e áreas verdes.

12h30 > Dê uma estirada até a Recoleta, pela elegante avenida Alvear, com edifícios belle-époque (vide o Palacio Pereda, na calle Arroyo, 1130, residência do embaixador brasileiro) e butiques como a Tramando (calle Rodríguez Peña, 1973), do designer argentino Martin Churba.

13h30 > Que tal uma empanada no San Juanino (calle Posadas, 1515)? Ou uma verdadeira carne argentina? Neste caso, prove as delícias do tradicional La Cabaña (calle Rodríguez Peña, 1967), que pertence à rede Orient-Express, ou rume para a região de Puerto Madero. Ali há uma parrillaatrás da outra, todas com boas opções.

14h30 > Palermo Viejo… Um táxi até lá fica por volta de 10 pesos. Desça na Plaza Cortázar e descubra, a pé, o bairro mais vanguardista da cidade. Há ótimos mapinhas distribuídos nas lojas, mas concentre-se nas ruas Honduras e Costa Rica. Na primeira, veja as lojas Hormiga (no 4660) eCapital (no 4958); na segunda, a Oda (no 4670) e os galpões industriais (no 4684).

15h > Hora de encontrar um bar aberto (lembre-se: beber em terra é bem mais barato do que a bordo). O Bar 6 (calle Armenia, 1676), um charmoso lounge, é praticamentenonstop. E o Olsen (calle Gorritti, 5870), de inspiração nórdica, tem até degustação de vodcas.

PREPARADO? ARRUME SUAS MALAS E BOA VIAGEM!

Rafaela

OBS: No próximo post iremos para PATAGÔNIA, não perca essa viagem!!!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

HELLO, GOODBYE

 

mochileiros

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

“IDA

Ai como é triste ir embora. Como é ruim a saudade.
Mas assim a gente pode se aperfeiçoar, aprender. Ficar
longe, ir… Pra depois (quem sabe um dia!?) voltar.
Ir pra saber mais sobre a vida, porque ir é o direito
de quem é, de quem existe.
Vá. Vá e esteja de corpo e alma (e coração) lá. Dure
quanto durar. Seja FELIZ.

VOLTA

Na volta, tudo volta. O mundo funciona em ciclos. Tem
tanta coisa nessa vida que ninguém sabe. Coisa que a
gente sabe e finge que não. E na volta a gente
descobre. Redescobre o que já sabe. Aprende o que
esqueceu.
É a hora de rever, reorganizar. Mudar de fase…
Que na sua volta, você não se arrependa da ida, e que
esteja mais feliz e mais vivida, amadurecida e mais
perto dos teus sonhos do que estava quando se foi…”

(autor desconhecido)

Esteja preparado para conhecer o mundo, e deixe o mundo conhecer VOCÊ!

Neste blog você vai encontrar informações, imagens, roteiros, texto relacionados, poemas, todo e qualquer tipo de coisa referente ao destino postado. 

Espero que mais do que uma página na internet, seja este um guia de viagem para você!

Boa viagem

Rafaela